O Cuidado de Deus



 “Deus livrará você de perigos escondidos e de doenças mortais. Ele o cobrirá com as suas asas, e debaixo delas você estará seguro. A fidelidade de Deus o protegerá como um escudo.” (Salmos 91:3-4 NTLH)

Aconteceu um fato esses dias que me levou a refletir com o cuidado que Deus tem conosco. Ele nos mostra seu cuidado e proteção nos momentos mais simples, de forma clara e linda.

Eu estava saindo de casa para ir na padaria, quando a minha cadela deu sinal que também queria ir. Abri o portão e ela saiu disparada pra cheirar o primeiro canto que visse. Não pus guia e nem coleira no pescoço dela, e deixei a livre pois sabia que ela estaria do meu lado e não haveria o que temer. A padaria não era longe da minha casa, era na mesma rua, só tínhamos que atravessar uma rua que se cruzava. Enquanto caminhávamos, percebi que a minha cadela estava se distraindo com as coisas que via na rua e ficava cada vez mais longe de mim. Eu a chamava, ela me olhava e me desprezava com o seu olhar. Mas eu tinha esperanças que ela poderia vir correndo na minha direção e continuar andando do meu lado, mas ela ficava distraída e cada vez mais longe de mim. Foi quando eu atravessei a rua e ela continuou do outro lado da rua. Quando de repente, ela resolve atravessar a rua sem olhar para os lados, um carro passa em altíssima velocidade e por pouco ela não é atropelada. Por questão de milímetros. Quando o carro passou, ela veio correndo em minha direção, com o coração acelerado, para se refugiar nos meus braços que já estavam abertos esperando ela chegar.

Este fato me levou a refletir sobre o relacionamento de Deus com o homem, e o seu cuidado para conosco. Muitas vezes nos empolgamos com a liberdade que Cristo nos dá, e achamos que podemos fazer o que bem queremos e entendemos sem restrições ou proibições. Porém as vezes confiamos mais na nossa inteira liberdade e achamos que não precisamos de dono e nem de Deus para seguir nosso caminho. Achamos que somos autosuficiente para tomar as nossas atitudes e escolhas do modo que bem entendemos. E quando damos conta, estamos longe da asa protetora de Deus, e nos encontramos perdidos na beira de um precipício. Porém o Senhor não chega a nós contra a nossa vontade. Ele só vem até nós, se nós formos a Ele primeiro. (Tg 4:8). Confiamos muito em nossas forças, mas nos esquecemos que o Senhor é a força da nossa vida (Sl 27.1).

Porém, o amor de Deus por nós não muda. Não importa o nosso pecado, o nosso erro ou o quanto estamos longe de Deus. Ele sempre está de braços abertos esperando a nossa volta para Ele. Ele nos pega no colo, nos limpa de todo o pecado e nos faz sentir amado. Ele tem prazer em nos cuidar e em nos amar. O seu amor por nós, juntamente com a nossa liberdade, foi comprado com sangue lá na cruz, para que tenhamos a vida. E os mesmos braços que estavam abertos naquela cruz, continuam para aqueles que se arrependem de todo o coração. Só basta nos achegarmos a Ele.

É preciso sempre estar à sombra das asas protetoras do Senhor.

(Nathan Filipe A.)

1 comentários:

Gostei! Bela reflexão! Parabéns!

Anônimo
1 de agosto de 2013 22:47 comment-delete

Postar um comentário